Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
Data: 06/09/2018 Hora: 17:40:49
Educação Pública de Itapeva avança e se destaca no Ideb

As escolas municipais de Itapeva (SP) superaram as metas do Ideb (Índice de Desenvolvimento de Educação Básica) para o ano de 2017. O índice foi divulgado nesta semana pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas), ligado ao Ministério da Educação. Segundo informou a Secretaria Municipal de Educação, o município atingiu o índice de 6,7 no Ensino Fundamental I ultrapassando a meta projetada para 2021. Na última avaliação, em 2015, a nota foi 6,5. Já no Ensino Fundamental II, a nota obtida foi 5,4. Dois anos antes, a nota foi 4,8. Com isso, a cidade apresenta o melhor índice da região, agregando cinco pontos percentuais desde a última medição. O prefeito Luiz Cavani e secretário municipal de Educação, Andrei Müzel consideram o resultado a subida de um degrau na conquista e reversão de resultados.

O Ideb, no caso de escolas municipais, é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar da Prova Brasil. O índice reúne resultados de dois conceitos ligados à qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. Em Itapeva participaram da avaliação 1.368 alunos de 25 escolas do 5º Ano do Ensino Fundamental I. Já do Fundamental II, foram avaliados 1.169 alunos de 14 escolas do 9º Ano.

Os avanços são resultado de um amplo trabalho desenvolvido, segundo o prefeito. "Não medimos esforços para tornar o ensino um indicador de qualidade e temos provido inúmeras ações que contemplam situações normativas, pedagógicas e gerenciais, considerando a efetivação da visão qualitativa da aprendizagem", diz. O secretário de Educação conta que, no início do ano 2017, algumas estratégias foram necessárias para que fosse possível reverter os resultados, diante da expressividade e do prestígio que a Educação itapevense apresenta no cenário regional.

"Foi necessário refletir sobre o processo de avaliação, conhecer as metas de intervenção para melhorar o Ideb do município e conhecer o histórico e a estrutura da Prova Brasil, para que então elaborássemos ações que pudessem intensificar o trabalho de melhoria da condição de aprendizagem nas escolas", afirma o secretário.

Com esse foco, a Secretaria Municipal de Educação promoveu encontros de sensibilização com diretores, coordenadores e professores para análise do conceito da Prova Brasil e estudos referentes a composição do Ideb, além de avaliações e reorganização das ações sobre o rendimento e aplicação. "Tornar a prova conhecida da comunidade foi tarefa das escolas e movimentou alunos e pais para traçar parcerias e desenvolver ações conjuntas", conta Andrei.

No processo, os professores foram reunidos para avaliar atividades e pesquisas partindo da necessidade dos alunos. Debates, simulados, planejamento, criação de grupos de estudo, palestras e simulados fizeram parte das ações que, segundo o secretário de Educação, fizeram toda a diferença. "Vale sobressaltar a importância de todos os professores. O resultado dessas avaliações apenas revela um trabalho em ciclo, um trabalho que se faz pela mão de muitos, e certamente a equipe que valoriza seus debates em Conselhos de Classe, que busca a excelência em sua prática, que inova suas aulas e que desenvolve a autonomia de seus alunos, contribuiu efetivamente para que obtivéssemos o resultado esperado", conclui Andrei.

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 06-09-2018 17:40:49